Preservação sonora e audiovisual: história, desafios e estratégias

Imagem: 

Curso voltado à conservação de acervos audiovisuais será realizado às quartas-feiras, das 18h30 às 20h30, no Iuperj, no Rio de Janeiro

O curso tem como objetivo apresentar os desafios e estratégias envolvendo a preservação sonora e audiovisual, tanto no que se refere aos seus aspectos históricos e econômicos, quanto no que se relaciona a questões técnicas. Através do curso, o aluno poderá entender em mais detalhes desde as características físico-químicas dos suportes utilizados para a guarda de informação sonora e audiovisual, quanto uma série de técnicas possíveis para retardar ou interromper a degradação desses documentos. Fundamentalmente, o curso pretende gerar uma reflexão mais ampla acerca da preservação do som e da imagem em movimente possível de ser praticada no século XXI, incorporando os debates mais recentes envolvendo o uso de ferramentas digitais. As reflexões geradas ao longo do curso poderão ser um importante instrumental para alunos que trabalham em instituições de guarda (como arquivos, bibliotecas, universidades etc.), para estudantes de arquivologia, museologia, biblioteconomia, cinema, entre outros campos de conhecimento, como também para todos aqueles que têm interesse pelo tema.

Em um contexto de crescente valorização da imagem em movimento e do som, sobretudo a partir da propagação da internet, o volume de dados sonoros e audiovisuais vem crescendo substancialmente ano a ano, muito em função da agilidade e praticidade proporcionada pelo digital. Nesse panorama, em que a valorização dos dados está diretamente relacionada à quantidade de sua produção, torna-se de grande relevância um aprofundamento no debate envolvendo a preservação. Ainda que as ferramentas digitais tenham trazidos substanciais e inegáveis avanços sobretudo no que se refere ao seu dinamismo, uma série de questões vêm sendo identificadas por parte de arquivistas e demais profissionais da área quanto aos desafios relacionados à preservação dos documentos sonoros e audiovisuais. Ao mesmo tempo, é importante não perder de vista a importância da manutenção das técnicas mais tradicionais de conservação, visando à guarda dos documentos analógicos, pois estes são parte integrante de um passivo de grande valor, que compõe um patrimônio histórico de nossa sociedade. Desse modo, o curso pretende oferecer uma base de reflexão ampla que possibilite ao aluno compreender melhor os desafios envolvendo a preservação de documentos sonoros e audiovisuais, de modo a procurar encontrar soluções possíveis de serem aplicadas em diferentes situações e nas mais diversas instituições.

Conteúdo programático:

Aula 01: Preservação audiovisual: uma perspectiva histórica
Data: 21/08/2013, quarta-feira, 18:30 às 20:30h
 
Aula 02: Suportes sonoros: características e formas e deterioração
Data: 28/08/2013, quarta-feira, 18:30 às 20:30h
 
Aula 03: A película cinematográfica: características e formas de deterioração
Data: 04/09/2013, quarta-feira, 18:30 às 20:30h
 
Aula 04: O vídeo analógico e digital
Data: 11/09/2013, quarta-feira, 18:30 às 20:30h
 
Aula 05: O digital e a preservação: avanços e desafios
Data: 18/09/2013, quarta-feira, 18:30 às 20:30h
  
Aula 06: Ferramentas de catalogação e acesso para acervos sonoros e audiovisuais
Data: 25/09/2013, quarta-feira, 18:30 às 20:30h

Carga horária: 12 horas

Ementa:
O curso pretende oferecer um panorama amplo sobre a preservação sonora e audiovisual, contemplando os seus conceitos fundamentais, suas características históricas, além dos desafios contemporâneos no que tange à recente introdução das tecnologias digitais. O curso visa contemplar também as características dos principais suportes utilizados na preservação dos documentos sonoros e audiovisuais (fitas magnéticas, película cinematográfica, discos analógicos e ópticos etc.), os diversos fatores que levam à sua degradação, bem como as estratégias possíveis para uma preservação desses documentos em um longo prazo. O curso também abarcará o uso mais recente das tecnologias digitais tanto na geração dos documentos chamados born digital quanto no que se refere à digitalização dos documentos em suportes físicos. Aspectos importantes que fazem parte do campo da preservação, como a adoção de padrões estabelecidos internacionalmente, o uso de ferramentas abertas e gratuitas, instrumentos de catalogação e estratégias de acesso online também serão abordados no curso.

Bibliografia:

BUARQUE, Marco Dreer. Documentos sonoros: características e estratégias de preservação. VIII Cinform, Salvador, 2008. Disponível em:
http://preservacaoaudiovisual.blogspot.com/2009/03/documentos-sonoroscaracteristicas-e.html

COELHO, Fernanda. Manual de manuseio de películas cinematográficas. São Paulo:Cinemateca Brasileira, 2001.

EDMONDSON, Ray. Filosofia e princípios da arquivologia audiovisual. Paris: Unesco, 2004.

FRANCESCHI, Humberto Moraes. Registros sonoros por meios mecânicos no Brasil.
Rio de Janeiro: Studio HMF,1984.

HEFFNER, Hernani. Preservação. Contracampo, n. 34, 2001. Disponível em: http://preservacaoaudiovisual.blogspot.com/2008/11/preservao-por-hernaniheffner.html

INTERNATIONAL ASSOCIATION OF SOUND AND AUDIOVISUAL ARCHIVES.
IASA-TC 03: The Safeguarding of the Audio Heritage: Ethics, Principles and Preservation Strategy. Disponível em: http://www.iasaweb.org/sites/default/files/downloads/publications/TC03_English.pdf

SAINT-LAURENT, Gilles. Guarda e manuseio de materiais de registro sonoro. Trad. José Luiz Pedersoli Júnior. 2 ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001. Disponível em: http://www.abracor.com.br/novosite/txt_tecnicos/CPBA/CPBA%2043%20Reg%20Sonoros.pdf

SCHULLER, Dietrich. Video Archiving and the Dilemma of Data Compression. International Preservation News, No 47, May 2009, p. 5-7. Disponível em: http://www.ifla.org/files/pac/IPN_47_web.pdf

SCIENCE AND TECHNOLOGY COUNCIL. Digital Dilemma 2: Perspectives from Independent Filmmakers, Documentarians and Nonprofit Audiovisual Archives. 2012. Disponível em: http://www.oscars.org/sciencetechnology/council/projects/digitaldilemma2

SOUZA, Carlos Roberto. A Cinemateca Brasileira e a preservação de filmes no Brasil. São Paulo: Tese (Doutorado em Ciência da Comunicação) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: http://www.pos.eca.usp.br/sites/default/files/File/dissertacoes/2009/2009-dosouza_carlos.pdf

VAN BOGART, John W. C. Armazenamento e manuseio de fitas magnéticas: um guia para bibliotecas e arquivos. Trad. José Luiz Pedersoli Júnior. 2 ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001. Disponível em:
http://www.abracor.com.br/novosite/txt_tecnicos/CPBA/CPBA%2042%20Ftas%20Magn.pdf

VAN MALSSEN, Kara. Digital Video Preservation and Oral History. Oral History in the Digital Age, edited by Doug Boyd, Steve Cohen, Brad Rakerd, and Dean Rehberger. Washington, D.C.: Institute of Museum and Library Services, 2012. Disponível em: http://ohda.matrix.msu.edu/2012/06/digital-video-preservation-and-oral-history/

Público-alvo: Alunos de arquivologia, museologia, biblioteconomia, cinema, comunicação, história e artes visuais em geral. Profissionais dessas mesmas áreas ou que atuem em instituições de guarda, universidades, emissoras de rádio e TV, produtoras de audiovisual, além de outros interessados.

Professor: Marco Dreer Buarque
Especialista em preservação sonora e audiovisual, Marco Dreer Buarque é mestre em História, Política e Bens Culturais pela Fundação Getulio Vargas e possui graduação em Cinema pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Foi durante seis anos Analista de Documentação e Informação do CPDOC da Fundação Getulio Vargas. É membro da Câmara Técnica de Documentos Audiovisuais, Iconográficos e Sonoros do Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ), desde 2010

Data: Quartas-feiras, das 18h30 às 20h30
Previsão de início: 21 e 28 de agosto de 2013; 04, 11, 18 e 25 de setembro de 2013.
Vagas: 20
Valor: R$120,00
Local: Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, Iuperj. Praça Pio X, nº 7. Candelária, Rio de Janeiro - RJ. Telefone: (021) 2216-7401

Informações e inscrições: http://www.iuperj.br/index.php/extensao/cursos-de-extensao/55-extensao/cursos/206-preservacao-sonora-e-audiovisual-historia-desafios-e-estrategias

Atenção: Este evento não é promovido pela ABER, por isso recomendamos entrar em contato diretamente com os organizadores para confirmar datas e orientações gerais.

SITE DESENVOLVIDO POR MANISH | DESIGN DE PATHOS GRAPHICOS